BLOG / Morar

Plantas para dentro de casa!

15 de maio de 2021

Resolvi iniciar o blog falando de plantas para dentro de casa, porque percebo que no meu Instagram, as fotos de paisagismo/varandas são as mais curtidas. Talvez isso não aconteça à toa, pois amo plantas e estou aprendendo a cuidar de orquídeas.

Comecei levando para casa as orquídeas das minhas irmãs que não davam flores há alguns anos e assistindo alguns vídeos na internet deixei morrer algumas, mas outras deram flores lindas!! Fiquei triste no começo porque achei que não seria capaz, mas depois descobri que realmente eram as espécies mais difíceis de cuidar, as cimbidium. Hoje tenho 17 dentro do meu apartamento. Criei um cantinho especial para cuidar delas, onde tenho uma bancada com pia, assim posso fazer replante quando necessário ou mesmo regar com facilidade. Quando dá flor eu coloco elas para dentro de casa. É uma delícia.

Hoje recebi de uma cliente querida um vídeo falando de 5 plantas para dentro de casa. Foi minha inspiração! Então pedi para o nosso amigo paisagista Felipe Stracci da Plantar Ideias algumas dicas sobre cultivo dentro de casa.

Dica do paisagista Felipe Stracci da Plantar Ideias:

“A melhor dica para folhagens de interiores são os Filodendros, existem uma variedade enorme de espécies e muitas nativas, criando uma agradável presença no ambiente.  Sugiro para os vasos pequenos o filodendro Jiboia de casa de Avó ou o burle marx, nativo e mais raro, e para vasos maiores o filodendro angolano.”

 

“Outra possibilidade é termos espécies de corte, geralmente folhagens que criam raiz dentro da água, desta maneira fica mais fácil de cuidar e não ter dúvidas de quando e quanto regar as plantas.

Mas a dica fundamental é entender aonde cada planta fica, temos vários tipos de luz para variadas espécies de plantas, às vezes quando queremos ter plantas em lugares de pouquíssima luminosidade, o ideal é achar a espécie adequada, pois ficar transferindo os vasos de local diariamente, dá trabalho e não deixa a planta muito feliz.”

 Também vale salientar a boa drenagem para os vasos, pois caso feito de maneira incorreta, o substrato pode criar mofo e fungos, prejudicando a saúde do ambiente e trazendo até mal cheiro.

Bacana né? Um pouquinho de dedicação a elas e nossa vida se modifica, é incrível. Aprendo a cada dia com as plantas que eu cultivo dentro de casa.

Minha experiência:

Além das orquídeas, tenho também dois vasinhos de suculentas, um bambu que cultivamos na água e uma mini hortinha (alecrim, cebolinha, manjericão e hortelã). Cada um requer um certo cuidado. A hortinha por exemplo eu rego todos os dias e nos dias mais quentes até duas vezes por dia. As suculentas somente uma vez por semana. As orquideas depende um pouco do vaso que cada uma está pois as que coloco no vaso de vidro retém bastante umidade, então coloco pouco água 1 ou 2 vezes na semana. As outras que estão em vasos de cerâmica, preciso regar quase todos os dias, pois a cerâmica ajuda na evaporação da água e o mais importante ajuda o substrato a respirar.

Isso tudo aprendi no dia a dia, lendo sobre cada espécie e me envolvendo com as minhas plantas. Agora estou com vontade de ter os filodendros indicados pelo Felipe. Já já arrumarei mais um canto para novas plantinhas... acho que viciei... rsrs.

 

Cada vez mais queremos nos aproximar da natureza, não importa como! Com a vida agitada que temos aqui em São Paulo, essa é a forma que eu tenho de estar um pouco mais perto dela. Se você também tem vontade de ter plantas na sua casa, espero que estas dicas te incentivem a começar!

Um grande beijo e um ótimo final de semana a todos!


Angélica Hoffmann Arquitetura e Interiores

Somos um escritório de arquitetura e interiores, focado em projetos humanizados e sustentáveis. Nosso foco principal é desenvolver um espaço arquitetônico onde a alma esteja viva, pulsando, que traduza os valores e o jeito de ser das pessoas/empresas que ali vivem e convivem, que encantem as que visitam preservando ao máximo o meio ambiente. Prezamos pela qualidade do ambiente interno através de luminotécnica adequada e boa acústica, relação harmônica entre os ambientes através de funcionalidade, flexibilidade e estética, além da operação e manutenção eficientes, ponto que são as estratégias de arquitetura sustentável que buscamos em nossos projetos. Angélica Hoffmann é graduada em Arquitetura e Urbanismo e Pós-graduada em Construções Sustentáveis, ambas pela FAAP.

TAGS