BLOG / Saúde

Ergonomia para projetos na área da saúde

16 de outubro de 2018

São vários os itens que precisamos observar ao criar projetos na área da saúde. Um ambiente sustentável precisa aliar 3 itens importantes: qualidade do ambiente interno, relação harmônica entre os ambientes além da funcionalidade e praticidade.

Dentro destes 3 princípios podemos enumerar vários tópicos, mas vamos falar hoje sobre ERGONOMIA, princípio fundamental para se ter qualidade no ambiente interno!

Vamos começar pelo balcão da recepção. Já pensou ter sua recepcionista de mal humor por estar com dor nas costas? Ou ainda deixar a mesa bagunçada por falta de espaço? Um balcão ergonomicamente correto vai alinhar medidas necessárias tanto para o conforto de quem o utiliza como ter os objetos ao alcance da mão ou de fácil acesso.

Medidas

Vamos as medidas: a altura ideal para se trabalhar sentada é de 72 a 75 cm. Porém caso o paciente seja atendido em pé esse balcão precisa ter uma segunda altura pelo lado de fora . O ideal para o atendimento em pé varia de 95 cm a 105 cm. Mas ao planejar o móvel é preciso lembrar que sua recepcionista não deve ficar escondida atrás de um móvel pois ela precisa definidamente recepcionar quem entra no espaço.

O espaço interno confortável que ocupa uma pessoa sentada trabalhando é de no mínimo 90 cm livre (largura) por 60 cm livre (profundidade). Este espaço dever estar livre de CPU ou outro equipamento. Gavetas, armários, nicho para impressora devem ser pensados conforme o uso de cada clínica.

Nos CONSULTÓRIOS independente da atividade é imprescindível uma pia para lavar as mãos (norma da vigilância sanitária). A altura varia de 90 cm a 100 cm. Quando o local será utilizado por apenas uma pessoa podemos utilizar as medidas da extremidade, quando a pessoa é mais alta ou mais baixa, mas quando o espaço será utilizado por vários profissionais podemos utilizar a medida mediana 95 cm. Essas pias às vezes vem junto com uma bancada e armários, outras vezes não. Tudo depende de qual especialidade estaríamos falando. Essa medida vale também para bancadas de salas de esterilizações ou até mesmo bancadas de copa, lavanderias e lavabos.

Para SALAS ODONTOLÓGICAS é preciso uma circulação mínima atrás da cadeira, na cabeça do paciente. Geralmente a pia com bancada fica logo atrás do dentista. Usa-se também um carrinho volante para aproximar os instrumentos e/ou equipamentos durante o procedimento.

Mobiliário

Consultórios com MACAS para procedimentos como fisioterapia, massagens etc é necessário uma circulação mínima em todos os lados. Armários bem localizados para armazenar os produtos descartáveis utilizados a cada troca de paciente e volantes com equipamentos. Nestes volantes cabe instalar uma tomada flexível facilitando o uso no momento do atendimento. Nos consultórios médicos (não todas as situações) a maca pode ficar encostada numa parede. Outras especialidades que exigem mobiliário diferenciado é preciso estudar caso a caso.

As cadeiras utilizadas também são muito importantes. Não é à toa que o símbolo do design é uma cadeira. Cadeiras com braços e ajustes de alturas são imprescindíveis para o ajuste de pessoa pra pessoa. Poltronas de recepção estofadas, a altura do monitor, altura da TV também devem ser pensadas conforme o uso.

Há outras N possibilidades. Cada espaço merece o seu profundo conhecimento das atividades para ser planejado. A base do design é essa, a funcionalidade. O design é a ferramenta que utilizamos para que o móvel fique funcional e esteticamente bonito. Não há design sem a funcionalidade.

Parece difícil, né?! Mas um espaço bem planejado é pensado nos mínimos detalhes para que funcione ergonomicamente. E porque é tão importante? É importante para que você e seus funcionários sintam-se confortáveis no espaço de trabalho, sem isso não há produtividade! É claro, para os pacientes/clientes sentir-se confortável é também sentir-se seguro. Se você conquistar a segurança deles, conquista tudo!

Sustentabilidade é isso, espaços agradáveis onde todos sintam-se bem!


Angélica Hoffmann Arquitetura e Interiores

Desde criança foi muito criativa e determinada. Com seus pais, aprendeu a valorizar o meio ambiente. Gaúcha apaixonada por São Paulo, por tecnologia e principalmente pela evolução do mundo, das pessoas. Escolheu Arquitetura e cada ano que se passava, era mais apaixonada pela profissão e pela cidade em que morava. Acredita em um mundo melhor, onde o bem-estar de todos prevaleça. Seu lema é “devemos ser a mudança que queremos ver no mundo”, frase de Mahatma Gandhi. Seu maior desejo é que cada projeto reflita o sonho do cliente. Ver os olhos dos seus clientes brilharem ao ver a primeira vez seu sonho estampado em seus projetos é sua maior motivação. Por isso ao longo desses 16 anos de profissão, se especializou em pessoas, em identificar e solucionar problemas e se empenhar por esta busca. Seu foco principal é desenvolver um espaço arquitetônico onde as almas das pessoas estejam vivas, pulsando, que traduza os valores e o jeito de ser das pessoas que ali convivem e que encantem as que visitam. Graduada em Arquitetura e Urbanismo e Pós-graduada em Construções Sustentáveis, ambas pela FAAP, atua em todo o Brasil. O escritório Angélica Hoffmann Arquitetura e Interiores preza pela qualidade do ambiente interno através de luminotécnica adequada e boa acústica, relação harmônica entre os ambientes através de funcionalidade, flexibilidade e estética, além da operação e manutenção eficientes, ponto que são as estratégias de arquitetura sustentável que busca em seus projetos.

TAGS